PLATAFORMAS


EDITORIAS


SEÇÕES


PROJETOS


INSTITUCIONAL

Combate ao trabalho infantil é tema de amplo debate em Irati

Vamos Ler Registro

18 de junho de 2021 16:20

Dhiego Tchmolo


Relacionadas

Festas juninas marcam mês de junho em escola de Carambeí

‘Horta portátil’ auxilia estudo sobre alimentação em Castro

Turmas do Sagrada Família produzem seus próprios fósseis

Combate ao trabalho infantil é tema de amplo debate em Irati
Painel destaca importância das mães em Imbituva
Equipe escolar homenageia mães com mudas de cravinas
Turmas desenvolvem trabalho do MPT em Irati
PUBLICIDADE

Ações em turma da Escola Olaria Filipak envolveram pesquisas, estudos, produção de cartazes e conversa com conselheiro tutelar

O 4º ano da Escola Municipal Olaria Filipak em Irati, sob coordenação da professora Reni da Luz Rossa e colaboração da coordenadora pedagógica Eliceia Halatiki Szereda desenvolveu um trabalho para combater os tipos de trabalho na infância e adolescência. A docente destaca os principais pontos da atividade.

“Entre os dias 24 a 27 de maio, a turma realizou atividades referentes ao Combate ao Trabalho Infantil, tema este de grande importância para nossa sociedade. Foram realizadas leituras de textos, imagens referentes ao tema”, aponta a educadora. Segundo dados trazidos do Fórum Nacional de Prevenção e Erradicação do Trabalho Infantil (FNPETI), cerca de 2,4 milhões de crianças e adolescentes se encontravam em situação de trabalho infantil no ano de 2016.

Conforme explica Reni, configura-se como uma prática do gênero toda ação realizada por jovens abaixo da idade mínima prevista na legislação de cada país. Assim, com a participação dos pais, houve uma pesquisa para relatar a opinião sobre o tema. Outras atividades aconteceram pelo Google Meet com os alunos, através da leitura de um caderno de orientação: Trabalho Infantil – Caderno de Orientação Pedagógica. Ainda, houve discussão e debate acerca das pesquisas.

“Também realizaram a exposição do cartaz ‘Um dia sem o trabalho infantil’. Para incrementar ainda mais o trabalho, foram assistidos vídeos do YouTube sobre o tema. Realizaram a leitura e atividades do livrinho de apoio ‘Lugar de criança é na escola’. Para finalizar, cada aluno realizou uma poesia sobre o assunto abordado na semana, com orientações da professora”, conclui Reni.

A coordenadora Eliceia também comenta os aspectos do tema. “O trabalho desenvolvido em conjunto com o Ministério Público do Trabalho é de extrema importância para toda sociedade, pois a exploração do trabalho de crianças e adolescentes é algo presente na atualidade. Isso afeta o desenvolvimento das crianças em todos os aspectos. A situação de pobreza leva, muitas vezes, a família a expor as crianças a essa realidade, pois necessitam buscar meios de sobrevivência e complemento de renda”, aponta a pedagoga.

Nesse contexto, Eliceia denota ainda mais a importância de investigar e intervir nessas situações, através dos órgãos que defendem o direto das crianças. Em complemento, ressalta o dinamismo do trabalho de Reni, além da criatividade para explorar o tema, o que tornou as aulas atrativas.

“Também contamos com a participação do conselheiro tutelar Tiago Gorte, que explanou a temática numa linguagem acessível aos alunos, os quais puderam tomar conhecimento sobre o papel do Conselho Tutelar na defesa dos seus direitos e também saber mais sobre seus deveres”, conclui a coordenadora pedagógica.

Acesse o blog escolar da Escola Olaria Filipak clicando aqui.

PUBLICIDADE

Recomendados