PLATAFORMAS


EDITORIAS


SEÇÕES


PROJETOS


INSTITUCIONAL

Alunos de Carambeí realizam homenagens no Dia dos Pais

Vamos Ler Registro

09 de agosto de 2021 16:06

Dhiego Tchmolo


Relacionadas

Geometria dinâmica aplicada em Castro diverte turma

Folclore é base para estudo matemático em Castro

Folclore brasileiro proporciona amplas atividades em Carambeí

Imersão na fauna aquática marca trabalho no CAIC de PG
Araucárias rendem trabalhos artísticos no Sagrada Família
Alunos de Carambeí realizam homenagens no Dia dos Pais
Festas juninas unem escolas municipais de Carambeí
PUBLICIDADE

Quinto ano C da Escola Professora Fátima Augusta Bosa, na disciplina de Arte, estudou sobre a data e representou figuras paternas em desenhos

O Dia dos Pais, comemorado nesse domingo (8 de agosto), foi amplamente comemorado no 5º ano C da Escola Municipal Professora Fátima Augusta Bosa em Carambeí. A professora da disciplina de Arte, Mafalda Fernandes Marcondes, comenta como foi desenvolvido o trabalho com os alunos através de desenhos que remetem a essa data tão especial.

“É de domínio popular a expressão ‘tal pai, tal filho’, que nos remete ao poder do exemplo e ensino dado pelos pais. Em tempos de pandemia, mas em qualquer outra época, percebemos que o melhor caminho para a formação de nossos filhos é ensiná-los a educar suas emoções. Com o mesmo empenho que nos dedicamos ao bem-estar físico de nossas crianças, é preciso pensar em seu bem-estar emocional”, aponta a docente.

Assim, a educadora cita que a escola não está fora de trabalhar com as emoções, em contextos diferentes, com turmas reduzidas, distanciamento e cuidados necessário para evitar a propagação do vírus. Assim, não se pode relegar, a um segundo plano, a oportunidade dos alunos se expressarem e lidarem com suas emoções, conforme cita a professora. Assim, em Arte, este ambiente se torna propício para o desenvolvimento de linguagens.

“No início do mês de agosto, trabalhamos com nossos alunos ‘O Dia dos Pais’. No Brasil, as primeiras comemorações do Dia dos Pais datam do início da década de 1950. Em 14 de agosto de 1953, o publicitário Sylvio Bhrerinh preparou um concurso para homenagear três tipos de pais: com maior número de filhos, o mais jovem e o mais velho. Na ocasião, foram premiados um pai com 31 filhos, outro com 16 anos e, por último, um pai com 98 anos”, conta Mafalda.

 Outro ponto que a docente destaca é que várias entidades de imprensa reuniram-se para a promoção do evento, causando grande repercussão. Assim, após realizar o concurso, o Dia dos Pais no Brasil teve o segundo domingo do mês de agosto como data oficial. E, nesse contexto, a professora cita que a presença ativa e constante do pai ajuda as crianças a se sentirem seguras para expandir suas experiências pelo mundo.

“É comum que o pai desafie a criança a ultrapassar seus limites quando ensina o filho a andar de bicicleta, por exemplo. Mesmo tendo presente em nossas salas de aula diversas realidades de estruturas familiares, os alunos tiveram oportunidade de se expressar, e conversar com os colegas sobre sua família. Puderam exercitar a atitude de escuta e a colocar-se no lugar do outro – empatia”, complementa a educadora.

Assim, conforme conclui Mafalda, os alunos puderam exercitar suas habilidades de expressão através de desenho do rosto dos pais e de uma figura paterna que escolhessem. Puderam ter, assim, momentos de interação, através de ótimos trabalhos. “A escola também preparou uma homenagem artística para os pais, que foram até a escola durante a semana. O painel de homenagem foi confeccionado para homenageá-los com muito carinho no ambiente escolar”, conclui a docente.

Acesse o blog escolar da Escola Professora Fátima Augusta Bosa clicando aqui.

PUBLICIDADE

Recomendados