PLATAFORMAS


EDITORIAS


SEÇÕES


PROJETOS


INSTITUCIONAL

Araucárias rendem trabalhos artísticos no Sagrada Família

Vamos Ler Registro

16 de agosto de 2021 18:52

Dhiego Tchmolo


Relacionadas

Geometria dinâmica aplicada em Castro diverte turma

Folclore é base para estudo matemático em Castro

Folclore brasileiro proporciona amplas atividades em Carambeí

Imersão na fauna aquática marca trabalho no CAIC de PG
Araucárias rendem trabalhos artísticos no Sagrada Família
Alunos de Carambeí realizam homenagens no Dia dos Pais
Festas juninas unem escolas municipais de Carambeí
PUBLICIDADE

Alunos do Colégio de Ponta Grossa, na disciplina de Geografia, registram espécimes da árvore símbolo do Paraná através de fotos, produções e desenhos

Um amplo e belo trabalho sobre as araucárias, conhecidas como Pinheiro-do-Paraná, engajaram os alunos do Colégio Sagrada Família em Ponta Grossa. A professora Lucélia Smaha, da Metodologia do Ensino de Geografia do 3º Curso de Formação de Docentes, aponta como foi realizado a valorosa atividade que contou com registros em fotos destas árvores.

“O trabalho realizado teve como objetivo explorar a criatividade dos alunos, valorizar a produção artísticas e também aprofundar o conhecimento sobre o Pinheiro-do-Paraná. Os alunos fizeram uma pesquisa sobre as características árvore, representaram-na através de desenho ou outra produção artísticas e, também, precisaram registrar, através da fotografia, uma paisagem em que eles aparecessem e que apresentasse uma araucária”, destaca a educadora.

Lucélia destaca que, em virtude do isolamento, uma das aulas que não pôde sair de casa teve a ajuda de uma amiga, que cedeu uma foto de uma árvore para que ela pudesse participar do trabalho, através de uma montagem que simulava uma selfie. “Uma das funções da Geografia é analisar as paisagens, e porque não fazer essa análise identificando as araucárias, que além de lindas, são símbolo do nosso estado e fazem parte de nossa história”, complementa a professora.

Relato dos alunos

“Eu adorei fazer o trabalho porque, através dele, eu parei para prestar atenção e para conhecer melhor o lugar em que vivo... Afinal, com a correria do dia a dia não percebemos as coisas mais simples e belas da vida. Aprendi muito com esse trabalho e me conscientizei sobre a importância da preservação dessa árvore típica da nossa região”, destaca Eloisa de Oliveira.

“Foi sensacional realizar esse trabalho! Foi super tranquilo e muito interessante, percebermos cada vez mais a importância das araucárias, além de ser símbolo do Paraná”, aponta Larissa Renata Munhoz Seneiko.

“Foi um trabalho que não deu trabalho pra fazer hahahah, é tão gostoso você conhecer uma coisa realmente que quando vai passar pro papel/computador parece automático, é gratificante, e por isso ser uma parte da nossa história, uma coisa que a gente vê todos os dias é melhor ainda”, comenta Lívia de Morais Pereira.

“Foi um trabalho muitoo legal de fazer! Muito bom a gente perceber a importância das araucárias para a nossa cidade, agora quando saio sempre vou percebendo no caminho as araucárias que temos! São lindas”, pontua Maria Natália Eleuterio da Luz.

“Eu amei o trabalho também! Poder descobrir talentos em uma homenagem a araucária, um símbolo que parece simples, mas é cheio de significado e merece destaque! Sobre a foto, foi um pouco mais complicado do que pensei kkkk eram tão grandiosas que foi difícil enquadrá-las, ainda mais com o Sol maravilhoso que me acompanhou, mas acredito que tudo influenciou para favorecer a linda história das araucárias”, conclui Ana Carolina Schastai Bardal.

Acesse o blog escolar do Colégio Sagrada Família clicando aqui.

PUBLICIDADE

Recomendados