‘Caixa musical’ movimenta corpo e mente em Infantil II

Vamos Ler

14 de maio de 2019 19:46

Dhiego Tchmolo

  • Comentários
    0 compartilhados
  • Imprimir

Relacionadas

Seleção gera notícias que mais agradam ao leitor

Turma de PG trabalha e se diverte com jornal impresso

Turma trabalha com informações de rótulos em PG

Teatro retrata importância da reciclagem
‘Dança de rua’ é tema de dinâmica corporal em PG
Folclore traz pintura e produção de livro em Tibagi
Frutos integram experiência e conhecimento em PG
PUBLICIDADE

Turmas matutina e vespertina da Escola Evangélica de Carambeí podem desenvolver trabalho direcionado que une música e habilidades fundamentais

As turmas do Infantil II matutino e vespertino da Escola Evangélica de Carambeí puderam aprender cantando. De forma lúdica e divertida, a professora Terezinha de Jesus Cunha Gonçalves conta como foram as ações junto aos pequenos alunos e os ganhos que a prática trouxe em sala de aula.

“Como é bom cantar, não é mesmo? As turmas do Infantil II da Escola Evangélica de Carambeí da professora Tere sabem bem disso e, por esse motivo, a música faz parte da rotina escolar. Percebendo o grande interesse dos alunos em relação às cantigas, a professora resolveu ampliar ainda mais essa atividade por meio do projeto ‘Cantigas de Roda’”, destaca a docente.

O início das atividades, explica Terezinha, contou com uma ‘caixa musical’, que trazia CDs com imagens representando cantigas de roda. Durante a roda de conversa, as crianças são convidadas a retirarem um CD da caixa, observando a figura e cantando a cantiga referência da respectiva imagem - o que transforma o momento em roda musical.

“Além da socialização e o aumento do reportório musical, esse projeto desenvolve habilidades fundamentais para o crescimento dos pequenos, como por exemplo, a expressão corporal, a linguagem oral - ampliando o vocabulário, a orientação temporal e gestual, o ritmo, o controle da respiração, percepção visual e auditiva, criatividade e construção do repertório argumentativo”, complementa a docente.

Por fim, Terezinha sinaliza uma característica singular da atividade. “Outro ponto importante a ser mencionado é o trabalho em relação a tolerância, a frustração ao saber esperar a vez e aceitar a vez do colega, além de desenvolver a capacidade de expressar seus gostos e vontade, opinando e fazendo-se entender”, conclui a professora.

Confira essa e outras atividades no blog escolar da Escola Evangélica de Carambeí. Clique aqui.

PUBLICIDADE

Recomendados

IVC Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização
aRede aRede
aRede
aRede