Fotografia possibilita 5º ano viajar pela história

Vamos Ler

02 de agosto de 2019 14:41

Dhiego Tchmolo

  • Comentários
    0 compartilhados
  • Imprimir

Relacionadas

Projeto sobre animais agrega conhecimento em Tibagi

Dinâmica diferencia notícias que agradam e desagradam

Ferramenta estimula leitura e aprendizado em casa

‘Febre maculosa’ é tema de aula em Jaguariaíva
Experimento aborda tema ‘energia’ em 4º e 5º anos
Estrutura do jornal impresso é tema de atividade em PG
Alunos de PG acessam suas produções no Vamos Ler
PUBLICIDADE

Conceitos e ascensão da técnica fotográfica, além de visita à exposição sobre o tema no Parque Histórico, ocorreram junto à turma da Escola Rural Limpo Grande em Carambeí

O 5º ano da Escola Rural Municipal de Limpo Grande em Carambeí realizou uma viagem pela história da fotografia. O trabalho, que contou com uma visita ao Parque Histórico de Carambeí, foi relatado pela professora de Artes da instituição de ensino, Greice Cristina de Oliveira, abordando os principais aspectos do trabalho.

“No projeto foi possível aprender sobre fotografia e sua importância na sociedade. Observamos a evolução da fotografia, o modo como as pessoas se comportavam para fazer seus registros fotográficos e como acontece hoje. Foi observada a evolução dos equipamentos, quem foram seus criadores e profissões que surgiram com a fotografia, como por exemplo a do lambe-lambe”, destaca a docente.

O estudo contou com o que a fotografia pode transmitir, relatando sentimentos e acontecimentos, de cunhos sociais, políticos, alegrias, tristezas, entre outros. Greice elenca, também, que a fotografia e suas técnicas foram se aprimorando, o que permite, graças a tecnologia, recursos como a fotomontagem, fotopintura, composição fotográfica e imagem em movimento, possibilitando conhecer objetos e técnicas que desde o princípio mostravam que essa arte seria revolucionária.

“Para finalizar realizamos uma visita dirigida no Parque Histórico de Carambeí pela oficina ‘Fotografia e História’ - o que o fotógrafo quer nos contar. A oficina trabalha com as fotos do acervo imagético do Parque Histórico, que dialogam com a temática da imigração. Um dos objetivos é a problematização do conteúdo expresso nas fotos e nos quadros, contextualizando e refletindo sobre o olhar de quem as registrou, assim como sua técnica”, complementa a professora.

Greice diz o objetivo da atividade é buscar, com o contato da fonte histórica, demonstrar aos alunos a realidade do imigrante e informações que há por trás do fotógrafo escolhido no momento do registro. “Isso desperta nos alunos o senso crítico a respeito da construção da memória, pois ela não é um fato absoluto e incontestável: ela é uma escolha que pode atuar como idealização. Esse passeio foi escolhido por conta da fotografia ser um dos grandes e principais motivos de existir o Parque e de como a fotografia foi importante na construção do mesmo”, conclui a docente.

No player acima você vê como foi o passeio e o trabalho em sala de aula. Confira todas as fotos e o trabalho na íntegra no blog escolar da Escola Rural Limpo Grande. Clique aqui.

PUBLICIDADE

Recomendados

IVC Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização
aRede aRede
aRede
aRede