Projeto sobre animais agrega conhecimento em Tibagi

Vamos Ler

16 de agosto de 2019 17:29

Dhiego Tchmolo

  • Comentários
    0 compartilhados
  • Imprimir

Relacionadas

Ação de alunos busca limpeza de córrego em Tibagi

Sequência didática aborda diversos aspectos em 5º ano

Semana da Pátria marca ações em Jaguariaíva

Jogo dinamiza ensino matemático em 5ºB
Respeito ao próximo é tema de aula com o JM
Impressionismo é tema de trabalho artístico em PG
Poema leva aluna de Jaguariaíva à etapa estadual
PUBLICIDADE

Iniciativa ocorreu no 2ºC da Escola São Bento e trouxe estudo sobre espécies, além de desenvolvimento da oralidade pela turma

Através do relato de um estudante, a turma do 2ºC da Escola Municipal São Bento em Tibagi desenvolveu o ‘Projeto Animais’, sob coordenação da professora Maria Luiza Martins de Freitas. A docente conta como o amplo estudo sobre as espécies trouxe uma dinâmica diferente, ampliando o conhecimento dos alunos e desenvolvendo habilidades como a oralidade.

“O aluno Marcelo Rafael Vidal Faccini do 2ºC chegou muito entusiasmado na escola e queria relatar um acontecimento que ele havia presenciado e visto com seus próprios olhos. Eu conversei com os demais alunos da turma. Então, paramos a aula para ouvir a história dele e o aluno Nicolas Galvão Ribeiro filmou, tanto Marcelo Rafael, quanto a classe inteirinha na hora em que ele contava o ele havia visto”, aponta Maria Luiza.

A docente diz que o relato trouxe a Marcelo emoção e confiança em si, conquistado por um ambiente favorável à manifestação do que pensa, além de desenvolver a oralidade do próprio aluno e dos colegas, pois todos se sentem seguros para expressar oralmente o que pensam. 

“Essa segurança em se expressar dependente consideravelmente do respeito e acolhimento das diferenças e da diversidade da linguagem, adequados a diferentes situações comunicativas. Pois, o aluno usou a voz e gestos com as mãos e até os pés para conter sua história real”, elenca a professora.

Com o êxito da história oral, houve o estudo e aprendizado sobre animais selvagens e domésticos, abordando a importância de não maltratar nenhum deles. Entre as espécies trabalhadas estavam os que vivem perto do homem, vertebrados, invertebrados, os que vivem no zoológico, entre outros.

A onça e o lagarto foram dois dos destaques: a primeira, relata Maria Luiza, é coberta de pêlos, com quatro patas, alimentando-se de carne através das caças, podendo atacar até mesmo pessoas. Os filhotes mamam, o que os tornam mamíferos e, após crescerem, esperam a mãe trazer carne. Já o lagarto, réptil, tem pele escamosa, também quatro patas e cauda comprida, que utiliza como defesa no perigo. Sua alimentação é de frutas, mas também é carnívoro, comendo pássaros e ovos.

“O desenvolvimento dessa aula foi de muito interesse da turma toda. As crianças sentiram-se motivadas e resolveram fazer uma ilustração da história que ouviram o seu colega contar”, complementa a professora. Por fim, as competências da BNCC foram trabalhadas através do projeto, como o conjunto de conteúdos, conceitos e processos da aprendizagem do aluno.

“Esses são elementos, também, ligados às habilidades. A oralidade, o respeito à diversidade, o aprender fazendo, além de outros aspectos foram desenvolvidos durante todo o processo, o que enriqueceu ainda mais o aprendizado”, conclui Maria Luiza. Confira, no blog escolar da Escola São Bento, o relato e o vídeo completo. Clique aqui.

PUBLICIDADE

Recomendados

IVC Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização
aRede aRede
aRede
aRede