Entrevista marca comemoração ao Dia do Professor

Vamos Ler

14 de outubro de 2019 12:10

Dhiego Tchmolo


Relacionadas

Vamos Ler premia aluna de Tibagi por ‘melhor vídeo’

Prefeito e secretária de Jaguariaíva destacam conquista de aluna

Aluna de Jaguariaíva é premiada por ‘selfie digital’

Quarto ano de PG realiza amplo trabalho sobre trânsito
'Meio ambiente' traz trabalho cooperativo em 2º ano
Projeto leva música medieval ao CAIC de PG
Turma trabalha com ‘materiais do dia a dia’ em Piraí do Sul
PUBLICIDADE

Quinto ano da Escola Humberto Cordeiro em Ponta Grossa pôde entrevistar docente que trabalha há 32 anos na profissão em homenagem à data comemorativa

O Dia do Professor foi destaque no 5º ano da Escola Municipal Humberto Cordeiro em Ponta Grossa. A professora da turma, Aline Kapp Horizonte da Rosa, comenta quais ações foram desenvolvidas pela classe em homenagens aos docentes, incluindo uma entrevista com uma educadora com décadas de trajetória.

“No dia 15 de outubro comemoramos o Dia do Professor, uma profissão importantíssima para nossa sociedade. Para comemorarmos e homenagearmos esta data, os alunos do 5º ano convidaram a professora Maria Rita de Freitas para contar um pouco da sua caminhada profissional. Durante a entrevista, a professora expôs sobre o início da sua carreira profissional, na qual atua há 32 anos”, conta a docente.

Entre os relatos de Maria Rita, elenca Alina, está a inspiração para se tornar professora, quando tinha a idade dos alunos, com cerca de 10 anos, quando transformava sua casa em escola, lecionando para cinco alunos. A professora entrevistada, emocionada, citou que no dia posterior seria aniversário da primeira estudante que alfabetizou. Atualmente, a aluna de Maria Rita é formada Medicina.

“Foi indagada, também, sobre o seu trabalho com alunos deficientes auditivos, realizado na Escola Geny Ribas durante 12 anos. A professora citou que naquela época o trabalho desenvolvido com os alunos deficientes auditivos era de leitura labial. Depois, aprendeu libras, salientando que é um trabalho bem difícil, pois é necessário fazer muitos cursos de aperfeiçoamento e sempre estar se atualizando, pois os sinais sempre estão em evolução e é preciso muito estudo”, complementa Aline.

Confira, no blog escolar da Escola Humberto Cordeiro, a entrevista completa - com um relato contextualizando a história do Dia do Professor - e todos os registros. Clique aqui.

PUBLICIDADE

Recomendados

IVC Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização
aRede aRede
aRede
aRede