‘Chuva de pedras’ é tema de entrevistas em 4º ano

Vamos Ler

22 de outubro de 2019 12:30

Dhiego Tchmolo


Relacionadas

Vamos Ler premia aluna de Tibagi por ‘melhor vídeo’

Prefeito e secretária de Jaguariaíva destacam conquista de aluna

Aluna de Jaguariaíva é premiada por ‘selfie digital’

Quarto ano de PG realiza amplo trabalho sobre trânsito
'Meio ambiente' traz trabalho cooperativo em 2º ano
Projeto leva música medieval ao CAIC de PG
Turma trabalha com ‘materiais do dia a dia’ em Piraí do Sul
PUBLICIDADE

Turma da Escola Professora Theresa Gaertner Seifarth abordou a forte ação climática que atingiu Carambeí em setembro

As fortes chuvas que ocorreram no dia 18 de setembro em Carambeí foram destaques no 4º ano B da Escola Municipal Professora Theresa Gaertner Seifarth. A professora da turma, Marcia Hornes, dá os principais destaques da atuação da turma, que fizeram entrevistas abordando o tema.

“No dia 18 de setembro, Carambeí foi atingida por uma chuva de granizo que durou cerca de quatro minutos, o suficiente para danificar 2,3 mil residências, segundo laudo da Defesa Civil. Nosso bairro, Jardim Brasília, onde está a nossa escola, foi o mais atingido, com 232 casas avariadas, sem falar dos carros que foram ‘pipocados’ com pedras maiores que ovos”, aponta a docente.

A escola, elenca Marcia, também foi atingida, perdendo o telhado - o que deixou os alunos muito tocados, pois alguns perderam tudo. Assim, semanas se passaram com o assunto sendo o mesmo: a chuva de pedra. Para deixar a situação não ser apenas uma tragédia, a turma passou a olhar os acontecimentos com novos olhos. Buscou-se, então, informações climáticas, estatísticas, relatos e experiências.

“Também, conversamos com moradores, funcionários e alunos. Fizemos algumas entrevistas que enriqueceram nossas aulas. No fim, a gente tirou algumas lições: a natureza é mais forte que todos nós juntos; ela merece respeito, ser cuidada; que, quando destruímos a natureza, destruímos nós mesmos; também concluímos que o planeta Terra vai sempre existir. O que vai acabar é o ser humano. E, ainda: a natureza está dando o troco”, conclui a docente.

Confira os vídeos completos no blog escolar da Escola Professora Theresa Gaertner Seifarth. Clique aqui.

PUBLICIDADE

Recomendados

IVC Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização
aRede aRede
aRede
aRede