Materiais conscientizam sobre a Covid-19 em 5º ano B

Vamos Ler

27 de julho de 2020 13:10

Dhiego Tchmolo


Relacionadas

Alunos de Tibagi exaltam alimentação no campo

Alunos registram belezas da zona rural de Tibagi

Escola de PG homenageia professores e funcionários

‘Dia das Crianças’ traz interação e diversão em Tibagi
Aluna de Tibagi grava música em homenagem a professora
Indígenas mestrandos na UEPG conversam com alunos de 7º ano
Nono ano desenvolve podcast sobre a Segunda Guerra Mundial
PUBLICIDADE

Alunos da turma da Escola Antonio Fanchin, em Jaguariaíva, assistiram vídeo, utilizaram métodos lúdicos e confeccionaram cartazes sobre o tema

Mesmo com a paralisação das aulas, várias turmas, escolas e redes municipais de ensino vêm se reinventando durante a pandemia. Em Jaguariaíva, isso é ampliado como um formato diferenciado de aprendizado que garante a participação assídua dos alunos para não perderem o ano letivo. E, temas como o novo cornonavírus, são recorrentes entre as turmas.

Dessa forma, nos dias 13, 14 e 15 de julho, o 5º ano B da Escola Municipal Antonio Fanchin, através da professora Vandicléia Pinheiro, desenvolveu atividades acerca da temática. A docente relata como o trabalho foi realizado e a importância de abordar sobre a Covid-19 junto aos seus alunos.

“Nesse momento em que estamos vivenciando uma situação preocupante em razão do surto da doença causada pelo coronavírus, como forma de conscientização dos nossos alunos e pensando em como engajá-los na socialização e disseminação de informações relacionadas ao assunto, ressaltando sobre a importância da informação prevenção, os alunos desenvolveram atividades relacionadas, através das aulas não presenciais”, destaca a professora.

Segundo Vandicléia, buscando contextualizar e aprimorar a percepção, o início do trabalho teve a apresentação de um vídeo com informações sobre o tema, com material informativo acerca da Covid-19: formas de transmissão, sintomas causados pela doença e métodos de prevenção. Posteriormente, os alunos desenvolveram uma atividade ‘caça-vírus’, um labirinto da higiene, caça-palavras e, ainda, uma cruzadinha, conforme complementa a docente.

“Finalizando, os alunos produziram cartazes referentes ao tema, com ilustrações e frases sobre cuidados e prevenção, alertando sobre o perigo, mas também compartilhando mensagens de otimismo, positividade e esperança. Os cartazes foram devolvidos na escola pelas famílias e, com eles, montamos um painel no saguão, deixando-os visíveis a todos”, conclui a educadora.

Confira a produção completa no blog escolar da Escola Antonio Fanchin. Clique aqui.

PUBLICIDADE

Recomendados