Aluno de Tibagi recebe dispositivo portátil de visão artificial

Vamos Ler

29 de agosto de 2020 13:31

Dhiego Tchmolo


Relacionadas

Escola de PG homenageia professores e funcionários

‘Dia das Crianças’ traz interação e diversão em Tibagi

Aluna de Tibagi grava música em homenagem a professora

Indígenas mestrandos na UEPG conversam com alunos de 7º ano
Nono ano desenvolve podcast sobre a Segunda Guerra Mundial
Alunos estudam e tiram dúvidas sobre tipos de rochas
‘Dia da Árvore’ engaja trabalho de quintos anos em Tibagi
PUBLICIDADE

Gabriel Carneiro, do 5º ano da Escola Professora Ida Viana de Oliveira contou com esforço da professora e comunidade escolar para conseguir a doação do acessório

O aluno Gabriel Carneiro, do 5º ano da Escola Municipal Professora Ida Viana em Tibagi recebeu a doação de um dispositivo portátil de visão artificial (OrCam MyEye), que possibilita que deficientes visuais compreendam textos e objetos. A entrega ocorreu no dia 5 de julho, em Curitiba, com representante da Empresa Mais Autonomia, a mãe do aluno, Vilma Carneiro, a vice-prefeita de Tibagi, Helynez Santos Ribas e o grande premiado do dia, além da professora de Gabriel, Adelia Aparecida Martins, que relatou a entrega.

“Esse menino é um guerreiro, pois enfrenta sérios problemas de saúde, inclusive foi perdendo a visão gradativamente até ficar totalmente cego. Ele é uma criança meiga, dócil e com grande interesse em estudar. Nunca deixou de sonhar e acreditar que vai superar todos os obstáculos e ser alguém importante na sociedade para ajudar muitas pessoas”, destaca a docente, que aponta que trabalha o ensino de Braille junto ao estudante.

Adelia explica que, conhecendo as dificuldades e sonho do seu educando, buscou uma alternativa de acessibilidade para aprimorar o desenvolvimento de Gabriel e, com ajuda da vice-prefeita, ficou sabendo do dispositivo desenvolvido por cientistas israelenses. “Fiquei encantada com os benefícios que esse aparelho oferece a pessoa com deficiência visual, desde leitura de textos, placas com nome de rua, reconhecer dinheiro, produtos em supermercados, faces de pessoas, cores e horas por meio de áudios”, cita a educadora.

Em contato com os diversos representantes do acessório no Brasil, a professora conversou com a família, equipe escolar, amigos e, com confiança, que mesmo com os obstáculos (como a pandemia), seria possível conquistar o produto. Dessa forma, ao contatar a Empresa Mais Autonomia, através da intermediação da doação de uma família de São Paulo, Gabriel pode enxergar o mundo de uma forma diferente.

Educadora elenca envolvimento para conquista do óculos

A professora Adélia explica que a ação foi possível através de uma ação coletiva e entendimento que o processo seria por etapas. Assim, a educadora exalta todos os atores envolvidos no processo para conquistar o OrCam MyEye, que custa R$ 19,9 mil.

“A Educação Especial de Tibagi está muito orgulhosa e agradecida com essa doação da família do senhor Cláudio e seus filhos Célia, Eduardo e Sérgio, e também pela participação ativa da vice-prefeita nessa grande conquista. Vale ressaltar que tudo isso se resume em uma única palavra: gratidão”, conclui.

Confira os registros no blog escolar da Escola Professora Ida Viana de Oliveira. Clique aqui.

PUBLICIDADE

Recomendados