Alunos de Tibagi exaltam alimentação no campo

Vamos Ler

20 de novembro de 2020 18:10

Dhiego Tchmolo


Relacionadas

Alunos de Tibagi exaltam alimentação no campo

Alunos registram belezas da zona rural de Tibagi

Escola de PG homenageia professores e funcionários

‘Dia das Crianças’ traz interação e diversão em Tibagi
Aluna de Tibagi grava música em homenagem a professora
Indígenas mestrandos na UEPG conversam com alunos de 7º ano
Nono ano desenvolve podcast sobre a Segunda Guerra Mundial
PUBLICIDADE

Quintos anos A e B da Escola São Bento desenvolveram atividades sobre o tema e entenderam importância da alimentação saudável

Os quintos anos da Escola Municipal São Bento em Tibagi desenvolveram uma atividade com o tema ‘alimentação saudável das crianças do campo’. Sob coordenação da professora Raquel Bueno da Costa Wiedermann, os alunos, ainda trabalhando de forma remota devido a paralisação de aulas presenciais devido a pandemia do novo coronavírus, puderam registrar o trabalho em suas casas.

“O objetivo desta aula foi para que os alunos reconhecessem a importância de adquirir hábitos alimentares saudáveis para a promoção da saúde e qualidade de vida e saber onde vivemos, que é o campo. É onde se desenvolve a melhor qualidade de alimentos, pois pegamos direto da fonte para nossa mesa, diferente da cidade, onde o produto vai passar por uma mudança no setor industrial antes de chegar à mesa de outras crianças, valorizando o fato de morar na zona rural”, pontua a docente.

Segundo Raquel, o contato com os alimentos junto aos alunos permite entender a relevância da produção para evitar a escassez futura. Também, elenca sobre os hábitos alimentares que o campo permite, com saúde e energia. Tudo dentro deste contexto permitiu que as turmas pudessem registrar, através de fotografias, a alimentação saudável da vida na zona rural. Com essas imagens, a educadora fala sobre o incentivo às crianças da cidade para também adquirirem hábitos alimentas saudáveis e valorizarem a comida da sua mesa que sai do campo.

“E, mostrar que quem mora no campo não tem o hábito de consumir muitos alimentos industrializados, inadequados para o desenvolvimento e crescimento correto. Sabemos que a escola, por ser uma instituição de grande influência na vida das crianças, é o lugar ideal para o início de desenvolvimento de ações e cuidados com a saúde e aquisição de uma alimentação saudável. Mas, apesar da pandemia, não podíamos deixar passar despercebido por esse conteúdo sobre alimentação saudável”, comenta a professora. 

Com essas ações, dentro da disciplina de Ciências e com a aula online, o estilo de vida foi valorizado junto aos alunos, além de elencar os benefícios de viver no campo. Alguns exemplos elencados pela docente estão retirar verduras da hora, colher frutas do pomar, recolher ovos no galinheiro, tirar o leite da vaca no curral e várias outras características. “Viver no campo é um privilégio”, destaca Raquel.

Alimentação

A aula também teve outro ponto: conforme explicam os nutricionistas, elenca a professora, “as crianças que não se alimentam de modo correto podem não crescer adequadamente, tendo, com isso, dificuldade de concentração nas atividades e fraqueza para brincar”. Dessa forma, incentivou as turmas ao consumo prazeroso de alimentos que eles retiraram do próprio espaço domiciliar – sítios, chácaras e fazendas. O que, conforme complementa a educadora, permite que eles fixem o conteúdo “pois estão, assim, cuidando da sua saúde”.

Nutrientes

Os nutrientes também foram tema da aula: mostrou-se a importância de cada alimento no desenvolvimento das crianças. “Muitos deles identificaram, após a pesquisa, quais eram os nutrientes encontrados nos alimentos que são produzidos no próprio quinta de onde eles moral”, conclui Raquel.

Confira a atividade completa no blog escolar da Escola São Bento. Clique aqui.

PUBLICIDADE

Recomendados