PLATAFORMAS


EDITORIAS


SEÇÕES


PROJETOS


INSTITUCIONAL

Tablets contribuem no trabalho sobre 'cyberbullying' em Castro

Vamos Ler

22 de abril de 2021 20:15

Dhiego Tchmolo


Relacionadas

Alunos retratam cenário da pandemia em zona rural de Irati

Plataforma com jogo estimula aprendizado em Castro

Quinto ano cria métodos para economizar dinheiro

Aluno é premiado com bicicleta em projeto sustentável
Alunos de Ipiranga gravam vídeos pelo ‘Dia da Família’
Jogo de tabuleiro estimula estudo sobre população do PR
Quinto ano realiza gincana pelo Dia das Mães em Irati
PUBLICIDADE

Atividade foi desenvolvida no 5º ano B da Escola Dr. Jahyr Lopes

O 5º ano B da Escola Municipal Doutor Jahyr Lopes, em Castro, sob coordenação da professora Geisy Bel da Silva e Souza, desenvolveu um amplo trabalho com o tema ‘cyberbulling’. O assunto, que cada vez é mais recorrente e indispensável principalmente para este tipo de faixa etária, teve a presença de uma convidada e atividades que ampliaram a noção das crianças sobre essa prática criminosa virtual.

“Recebemos em nossa sala a professora Karina Fagundes da Fonseca, que realizou com os alunos um trabalho incrível. Ela aplicou o projeto cyberbullying, que consiste nas formas de agressão virtual”, aponta a docente, sobre o início e os objetivos do trabalho realizado com a sua turma.

Segundo explica Geisy, o tema da iniciativa é indispensável para reconhecimento deste tipo de violência. Entre as consequências que isso causa nas vítimas, segundo a professora, estão a tristeza, depressão e gerando, até mesmo, o suicídio. Nesse ínterim, a educadora explica que tudo faz parte de um contexto mais amplo.

“No meu ponto de vista, as redes sociais são ótimas, quando usadas com respeito. Devemos usar para nos comunicar e interagir. Nesse período de pandemia, ela tem se tornado nossa grande aliada, pois ajuda a levar o conhecimento e transmitir o aprendizado”, complementa a professora. Ainda, elenca que o trabalho em sala de aula utilizou os tablets.

Para fechar, um vídeo da Prefeitura de Castro em conjunto com órgãos de acolhimento foi passado à turma, ocasionando debates entre os educandos e a docente. “Para finalizar, montaram uma foto no app Picsa sobre o ponto de vista de cada criança, referente ao assunto da aula. Foi uma aula muito divertida e com uma aprendizagem significativa”, conclui Geysi.

Acesse o blog escolar da Escola Dr. Jahyr Lopes clicando aqui.

PUBLICIDADE

Recomendados