PLATAFORMAS


EDITORIAS


SEÇÕES


PROJETOS


INSTITUCIONAL

Alunos do Sagrada Família criam seus ‘lambe-lambes’

Vamos Ler

07 de junho de 2021 15:36

Dhiego Tchmolo


Relacionadas

Aula do Vamos Ler promove entrevista familiar em Irati

'Festerê junino' em Jaguariaíva une família através de desafios

Alunos de Castro se comovem após aula sobre trabalho infantil

Desafios marcam festa junina remota em Jaguariaíva
Estudo envolve substâncias homogêneas e heterogêneas em Irati
Alunos de Jaguariaíva entram na campanha ‘Cure a Alice’
Material do Vamos Ler sobre a água dinamiza aula em Irati
PUBLICIDADE

Gênero textual que teve início no século XIX foi tema de aula nos sétimos anos da Sede Auxiliadora em Ponta Grossa

Os sétimos anos da Sede Auxiliadora do Colégio Sagrada Família, em Ponta Grossa, trabalharam o gênero textual ‘lambe-lambe’. A professora Inês Tlumaski Dias, que desenvolveu o tema com os alunos no laboratório de Redação, comenta como foram as ações teóricas e práticas, além de contextualizar o assunto.

“Primeiro, (os alunos) conheceram um pouco da história desse interessante tipo de cartaz que surgiu no século XIX como uma forma de propaganda. Após a Segunda Guerra Mundial, a utilização desse tipo de pôster ressurgiu como forma de protesto. Atualmente é muito utilizado como uma forma de intervir artisticamente em espaços urbanos para transmitir mensagens positivas”, aponta a docente.

Com a análise destes lambe-lambes, as turmas puderam debater frases famosas, como ‘Mais amor, por favor’, do artista Ygor Marotta. Segundo Inês, o objetivo da expressão era despertar a atenção do público para o amor, que a docente elenca como “o que há de mais belo”, principalmente em meio a agressividade e violência dos dias atuais.

“Pouco tempo depois, a frase estava replicada por toda internet. Depois de conhecer o gênero, as turmas criaram seus próprios lambe-lambes, ressaltando toda a questão vivida durante a pandemia, propondo mais amor, união, respeito e empatia com o próximo”, conclui a educadora.

Depoimento dos alunos

A professora traz, também, depois depoimentos de alunos sobre as aulas.

“O lambe-lambe despertou muito o meu interesse, porque é um gênero textual que, por meio dos muros, praças, pontos de ônibus etc., traz uma mensagem motivacional, de amor, afeto. Além disso, é uma obra de arte muito criativa, pois cada artista cria uma frase que pode alegrar, transformar o nosso dia”, diz Bianca Eduarda Maffini.

“Uma breve mensagem que transmite amor e paz, ajuda a superar essa época conturbada. A arte, nesses tempos difíceis, possibilita “alegrar” nosso dia a dia e a mostrar que sempre devemos ter esperança de que tudo melhorará”, pontua Gabriela Vieira de Oliveira.

Acesse o blog escolar do Colégio Sagrada Família clicando aqui.

PUBLICIDADE

Recomendados