PLATAFORMAS


EDITORIAS


SEÇÕES


PROJETOS


INSTITUCIONAL

'Tapete das Vogais' estimula aprendizado no Integração

Vamos Ler

05 de agosto de 2021 14:02

Dhiego Tchmolo


Relacionadas

Aula em Castro sobre 'Dia da Árvore' explora as araucárias

Alunos de Irati coletam resíduos em ação de combate à dengue

Combate às drogas é tema de conscientização em Jaguariaíva

Roda de debate em Fernandes Pinheiro aborda a pobreza
'Dia da Árvore' tem mudas para plantio de alunos em Ipiranga
Trabalho em Jaguariaíva alerta para relevância da saúde bucal
Alunos de Jaguariaíva estudam e debatem sobre queimadas
PUBLICIDADE

Turma do Colégio de Ponta Grossa pôde aprender, de maneira divertida e lúdica, várias características sobre o elemento linguístico

O pré II do Colégio Integração em Ponta Grossa, desenvolveu uma atividade onde puderam aprender as vogais de forma lúdica. Sob coordenação da professora da turma, Bianca Tkaczuk, os alunos puderam entender mais sobre esse indispensável para a formação linguística. A docente relata os principais aspectos do trabalho, que teve contou com a orientação da coordenadora Amanda Weridyana Uller e correção do professor Igor Antônio Barreto. 

“O lúdico em sala de aula auxilia no processo de ensino aprendizagem, principalmente quando falamos da Educação Infantil. Esta metodologia torna o ambiente de ensino mais prazeroso e com uma maior interação dos alunos para com o conteúdo ou atividade que está sendo desenvolvida”, aponta a educadora.

Segundo Bianca, nas fases iniciais escolares, na Educação Infantil, um dos primeiros aprendizados são as vogais, “visto que, desde bebês, os primeiros sons que balbuciamos são elas, como uma tentativa de comunicação e/ou expressão para com as demais pessoas redor”, o que representa o início do processo da fala.

Outro ponto a se destacar é que as vogais são fundamentais na linguagem, formação de sílabas e palavras. A professora elenca que o processo de alfabetização requer o reconhecimento tanto de consoantes como vogais para formar o sol, compreendendo e conhecendo a vogal e sua fonética. Nesse contexto, entende-se a forma que elas podem ser classificadas: intensidade, timbre, articulação.

“Essas classificações variam de acordo da maneira que são pronunciadas, com a boca aberta ou quase fechada; se são oralizadas ou nasalizadas na pronúncia; qual a posição da língua na hora de produzir o som/falar e/ou se possui um acento – principal, secundário ou nenhum na palavra, identificando o som mais forte ou mais fraco desta”, explica Bianca.

Nesse ínterim, a professora buscou concluir o conteúdo sobre o tema confeccionando um ‘Tapete das Vogais’, com cada letra exposta de forma que orientasse um caminho a ser seguido. Sob a cadeira dos alunos foram coladas palavras que começavam com vogais. Dessa forma, cada aluno, por vez, pegava uma palavra, observava qual letra ela iniciava e, assim, percorria sobre o tapete pisando apenas nesta letra.

“Ao final do trajeto, o aluno se deparava com o quadro de giz, onde estavam expostos cartazes referindo-se a cada uma das vogais, de maneira aleatória, ou seja, as vogais não estavam na ordem correta, o que forçava o aluno a analisar melhor as letras para assim, finalmente, colar a palavra abaixo da sua letra inicial correspondente”, complementa a docente.

Para fechar, a educadora comenta que houve, ainda, o objetivo de reforçar a aprendizagem sobre as vogais e escrita das crianças em seus traçados cursivo: cada aluno tinha que escrever no quadro de giz a vogal que iniciava sua palavra, tanto no traçado cursivo maiúsculo, quanto no minúsculo.

Acesse o blog escolar do Colégio Integração clicando aqui.

PUBLICIDADE

Recomendados