PLATAFORMAS


EDITORIAS


SEÇÕES


PROJETOS


INSTITUCIONAL

Produções abordam Setembro Amarelo em Fernandes Pinheiro

Vamos Ler

17 de setembro de 2021 18:58

Dhiego Tchmolo


Relacionadas

Ensino matemático é tema de 'desafio' em Fernandes Pinheiro

Acrósticos auxiliam estudo do Setembro Amarelo em Irati

Incentivo à leitura movimenta turma de Fernandes Pinheiro

Gênero textual 'carta' marca Dia das Crianças em turma de Irati
Ampla homenagem marca Dia do Professor em Ortigueira
Atividades trazem importância da água em Piraí do Sul
Turma de Irati tem trabalho diversificado sobre relevos
PUBLICIDADE

Objetivo do trabalho no 5º ano A da Escola Floresval Ferreira foi conscientizar sobre o tema e espalhar frases de motivação – especialmente nesta época de pandemia

O 5º ano A da Escola Municipal Floresval Ferreira, em Fernandes Pinheiro, abordou durante esta semana uma temática muito importante: o Setembro Amarelo. A professora Silvia Maria Pavelski comenta a relevância de abordar o tema com os alunos e todas as características que permitiram desenvolver uma conscientização no atual momento, principalmente com os efeitos da pandemia do novo coronavírus.

“O mês de setembro é marcado pelo trabalho de Prevenção Mundial ao Suicídio, que é realizado pela Organização Mundial da Saúde e é difundido pelo mundo todo. A depressão e outros problemas da saúde mental crescem cada vez mais e, com a pandemia da covid-19 – em que o isolamento social abalou grande parte da população – vemos grande importância de abordar o tema dentro das escolas”, destaca a docente.

Dessa forma, entre os dias 13 a 17 de setembro, o trabalho de conscientização e prevenção ao suicídio com os 16 alunos da turma, idealizado por Silvia, trouxe um maior entendimento sobre o tema com os alunos. “No primeiro momento, fizemos uma aula expositiva, falando sobre comportamentos de extrema tristeza e explicando o que é depressão, numa linguagem em que as crianças entendessem (de forma mais amena), também o suicídio”, explica a educadora.

Segundo a professora, houve a percepção que é um tema desconhecido pela maioria das crianças, tornando-se importante a ser abordado. Na sequência, a docente questionou aos alunos: ‘o que você diria para uma pessoa que está muito triste?’. Assim, foram produzidos textos acerca da temática. Após a reestruturação textual de cada uma das crianças, houve a reescrita por parte delas em frases com pesquisa.

Na sequência, em post-its, criaram um mural com o título ‘Retire aqui uma mensagem positiva’. Neste local, explica Silvia, também houve o anexo de desenhos e frases motivacionais. “No decorrer das aulas, surgiram questionamentos e até mesmo desabafos por parte dos alunos. Alguns relataram que já haviam passado por situações assim na família. Portanto, instruí-los de que a depressão é uma doença real e que precisa ser tratada, e a escola pode exercer um papel fundamental para orientação e conhecimento sobre o tema”, conclui a educadora.

Acesse o blog escolar da Escola Floresval Ferreira clicando aqui.

PUBLICIDADE

Recomendados