PLATAFORMAS


EDITORIAS


SEÇÕES


PROJETOS


INSTITUCIONAL

Trabalho inclusivo no Integração contribui na formação de aluno

Vamos Ler

21 de setembro de 2021 18:25

Dhiego Tchmolo


Relacionadas

Ampla homenagem marca Dia do Professor em Ortigueira

Atividades trazem importância da água em Piraí do Sul

Turma de Irati tem trabalho diversificado sobre relevos

Dia das Crianças traz alegria à turma de Castro
Experiências em Irati elucidam relevância dos fungos
Turma de Jaguariaíva aborda importância da água
Projeto ambiental em Piraí do Sul conta com ampla dinâmica
PUBLICIDADE

Giovanni Victor, que tem síndrome de Down e apraxia da fala, apresenta melhoras contundentes após aplicação de método utilizado no Colégio de Ponta Grossa

A inclusão é indispensável na formação dos alunos. Adaptar-se e trazer inovação curricular pode ser um desafio que, se bem aplicado, traz resultados incríveis. A professora Ana Maria Ferreira do Colégio Integração, em Ponta Grossa, conta como uma ação ajuda um dos estudantes da instituição de ensino a aprender e compreender o mundo de uma forma dinâmica. A atividade foi coordenada por Tiago Augusto Barbosa e Amanda Weridyana Uller, com correção do professor Igor Antônio Barreto.

“O trabalho com o aluno Giovanni Victor Michelon está sendo individualizado por conta do momento que estamos vivenciando. O Giovanni tem Síndrome de Down e Apraxia da Fala, apresenta dificuldade na sua concentração, atenção e comunicação, onde se fazem necessárias estratégias que o ajudem no seu desenvolvimento”, destaca a docente.

Dessa forma, o aluno tem trabalhado com o método ABACADA, desenvolvido pela professora Claudia do programa Desafios do Aprender, conforme explica a educadora do Integração. A metodologia do processo inclui o destaque em sílabas, dando ênfase para os fonemas em detrimento das letras, para que Giovanni uma o som do ‘B’ com o ‘A’, formando o ‘BA’.

Assim, sucessivamente, conforme explana Ana Maria, “com as demais consoantes e vogais, o qual torna um grande facilitar para uma melhor compreensão do aluno, pois está sendo relacionado com a imagem, o BA da BANANA e não o B da BNANA, o JÁ do JACARÉ e não o J do JACARÉ”, explica.

Para exemplificar, uma atividade proposta e desenvolvida foi o ‘Dominó das Palavras’, conforme complementa a docente. O objetivo aqui foi a leitura de palavras; associação figura/palavras; além da atenção e concentração. O processo é feito jogando como se faz com o dominó: associa-se figuras às palavras correspondente. Ainda, o jogo inicia com a peça escrita DOMINÓ.

“O aluno apresentou evolução significativa, apesar da impossibilidade que apresenta de falar corretamente ou de se expressar com destreza. Verificou-se que o trabalho com o método ABACADA permitiu ao aluno um ingresso no mundo da leitura e escrita, de forma gradativa, passo-a-passo. Vale destacar a importância e a satisfação que a professora sente em ver a evolução do aluno, assimilando e interagindo no processo de aprendizagem”, conclui a docente.

Acesse o blog escolar do Colégio Integração clicando aqui.

PUBLICIDADE

Recomendados