PLATAFORMAS


EDITORIAS


SEÇÕES


PROJETOS


INSTITUCIONAL

Dia da Consciência Negra gera reflexão em Fernandes Pinheiro

Vamos Ler

13 de dezembro de 2021 17:25

Dhiego Tchmolo


Relacionadas

Alunos de Irati aprendem mais sobre a educação financeira

Natal desperta experiência de gratidão em Jaguariaíva

Importância da atividade física movimenta alunos em Irati

Tangram estimula raciocínio matemático em 5º ano de Irati
Consciência Negra é tema de aula em Fernandes Pinheiro
Trabalho em Irati aborda dados do Paraná após videoaula
Combate ao desmatamento marca aula em Jaguariaíva
PUBLICIDADE

Ações foram desenvolvidas de 16 a 24 de novembro nas turmas de 1º a 5º ano da Escola Rural Presidente Costa e Silva

As turmas de 1º ao 5º ano da Escola Rural Municipal Presidente Costa e Silva, em Fernandes Pinheiro, desenvolveram uma ampla atividade voltada à Semana da Consciência Negra e, consequentemente, ao Dia da Consciência Negra, comemorado em 20 de novembro. A coordenadora pedagógica Marlei Viegandt de Meira destaca o trabalho que teve a colaboração das professoras de Arte Maristela Aparecida Pires, disciplina de Educação Física Angela Paula S. Silva, além da colaboração da estagiária Alessandra Dynefer Chaves Kostanski.

“Em à diversidade de valores e culturas a que estamos inseridas, faz-se necessário repensarmos nossas ações diante das atitudes de desrespeito com os afrodescendentes que formam a maioria da população brasileira sendo discriminados e desrespeitados em suas raízes e manifestações. Assim, aproveitando o dia da Consciência Negra, trabalhamos com o tema realizando atividades do dia 16 a 24 de novembro, abordando a importância do tema, visto ser conteúdo contemplado na BNCC”, aponta a pedagoga.

Segundo a educadora, o intuito foi levar os alunos a conhecerem, respeitarem e valorizarem a cultura afro-brasileira, além de reconhecer a importância do povo africano, além do respeito em relação ao direito a igualdade e a diferença entre pessoas. Para isso, contação de histórias, produções de textos e brincadeiras objetivaram a reflexão e conhecimento da cultura africana, além de seus costumes, valores, lutas, entre outros, conforme complementa Marlei.

“No primeiro momento, apresentamos a história ‘Menina bonita do lado de fita’, com roda de conversas mostrando as imagens do livro e destacando as expressões que a autora usa para valorizar a menina, que a retratam como bela. Também, foi apresentada a história ‘O menino de todas as cores’. Durante a semana, em Educação Física, foram abordadas brincadeiras como cabo de guerra, amarelinha africana, o sol e a alua, demonstração de capoeira. Na sequência, foi trabalhado com produções de textos e pesquisas de pratos típicos”, conclui a coordenadora pedagógica.

Acesse o blog escolar da Escola Rural Presidente Costa e Silva clicando aqui

PUBLICIDADE

Recomendados