Digital Agro terá área para exposição de startups

Agronegócio

07 de junho de 2019 21:13

Fernando Rogala


Relacionadas

Ipea prevê menor crescimento do agronegócio em 2021

Herança Holandesa expande produção de farinha em PG

ID Agro vai permitir o registro gratuito de máquinas agrícolas

Castrolanda está entre as maiores empresas do agro
Cooperativas irão construir maltaria nos Campos Gerais
Estado abre chamada pública para agricultura familiar
Definidos os vencedores do Café Qualidade Paraná 2020
Terceira edição da feira organizada pela cooperativa Frísia acontece entre os dias 11 e 13 de junho no município de Carambeí Foto: Divulgação
PUBLICIDADE

Evento foca na internet das coisas, fazendas inteligentes, sustentabilidade e na transformação 


Com a premissa de apresentar as principais novidades tecnológicas voltadas ao agronegócio, a Digital Agro, um dos principais eventos do setor no país, terá um espaço dedicado exclusivamente às startups. A terceira edição da feira organizada pela cooperativa Frísia acontece entre os dias 11 e 13 de junho no Pavilhão de Exposições, anexo ao Parque Histórico de Carambeí. O foco da Digital Agro nesse ano será na internet das coisas, nas fazendas inteligentes (smart farms), sustentabilidade e nos impactos da transformação digital e das ferramentas digitais no agronegócio.

Uma das novidades do evento para 2019 será a Startup Corner, uma espécie de ‘avenida’ onde os empreendedores terão espaço para apresentar e expor seus produtos. “É uma preocupação que haja na feira a participação de startups, mas isso é uma consequência do tema do evento”, explica Mário Dykstra, um dos coordenadores da Digital Agro e gerente de negócios da Frísia.

Outra novidade para a edição 2019 será o espaço dedicado às mulheres, onde ocorrerão palestras e eventos voltados ao público feminino. Além disso, o encerramento da Feira será realizado pelo historiador Leandro Karnal, que vai falar sobre o impacto da tecnologia nos diversos perfis de público, das gerações mais antigas aos mais jovens. “A programação de palestras está mais elaborada do que no ano passado, com a presença de convidados internacionais”, frisa Dykstra. 

Entre esses palestrantes está Fábio Teixeira, brasileiro que mora nos Estados Unidos e hoje tem um projeto em parceria com o governo americano para o lançamento de nanosatélites. “Organizamos também dois miniauditórios no pavilhão, percebemos a alta demanda do público e também dos expositores”, complementa o coordenador da feira. Além disso, alguns dos debates do evento também devem abordar os desafios enfrentados pelos profissionais do campo. “Estudos mostram que somente 7% a 15% dos produtores rurais têm conexão adequada, temos potencial e necessidade imensos”, argumenta Dykstra.

“Mesmo aqueles que já utilizam as ferramentas, eles usam pouco daquilo que a plataforma oferece”, complementa o gerente de negócios da Frísia, esclarecendo que também é preciso que o produtor otimize o uso das ferramentas que já estão disponíveis. A feira não é exclusiva aos cooperados da Frísia e é aberta a todos os produtores agropecuários. O acesso ao Pavilhão de Exposições para visitação é livre, com custo apenas para os interessados em assistir às palestras.


Sebrae confirma presença

O Sebrae Paraná vai marcar presença na Digital Agro 2019. No dia 11, o diretor de Operações do Sebrae/PR, Julio Cezar Agostini, fará a palestra com o tema “Diretrizes para promover o ambiente regional de inovação”. No estande do Sebrae, startups como a Caqui e Seas Agro, apresentarão seus produtos e o público também poderá conhecer as soluções que a entidade disponibiliza com foco na transformação digital e oportunidades para micro e pequenas empresas.

PUBLICIDADE

Recomendados