PLATAFORMAS


EDITORIAS


SEÇÕES


PROJETOS


INSTITUCIONAL

Castrolanda ganha posições em rankings das maiores

Agronegócio

04 de outubro de 2021 20:00

Da Redação


Relacionadas

Frísia é citada como exemplo na COP26 pela redução de CO2

Castrolanda atinge faturamento histórico de R$ 5 bi

Plantio da 1ª safra de milho está encerrada no Paraná

Conab projeta produção recorde na safra 2021/22
PG se prepara para receber a Feira Paraná em 2022
Excesso de chuvas prejudica qualidade do trigo e da cevada
Condições climáticas reduzem produtividade do trigo no PR
Cooperativa entrou nos rankings com uma receita líquida de R$ 4,3 bilhões Foto: Divulgação
PUBLICIDADE

Cooperativa agroindustrial sediada em Castro está entre as maiores empresas que atuam no Brasil

A Cooperativa Castrolanda figura por mais um ano entre as maiores empresas do país, segundo dois levantamentos de renome divulgados nos últimos dias. Na 21ª edição do ‘Valor 1000’, a cooperativa aparece na posição número 186. Já no Anuário Época Negócios 360º, ocupa o 226º lugar.

Trazendo um levantamento nacional das melhores empresas em 26 setores e apresentando um ranking com as 1.000 melhores companhias do Brasil, o Anuário Valor 1000 ainda aponta a Castrolanda como a 33ª maior empresa do Sul do país e a 13ª brasileira no ramo do Agronegócio.

A cooperativa, que entrou no ranking com uma receita líquida de R$ 4,3 bilhões conquistada em 2020, subiu 26 posições em relação ao levantamento do ano passado, quando aparecia em 212º no ranking. O resultado é o reflexo de investimentos e posicionamentos estratégicos da Castrolanda ao longo do período, que se mostraram positivos em todos os oito critérios de avaliação contábil e financeira explorados pelo anuário.

Já no levantamento Época Negócios 360º, a cooperativa foi avaliada não só pelo desempenho financeiro, mas também pelas práticas e processos internos. No ranking da região Sul, a Castrolanda aparece na 36ª posição – mas ganha ainda destaque em dimensões isoladas: 22ª em Desempenho Financeiro, 9ª em Governança Corporativa, 19ª em Inovação, 30ª em Visão de Futuro, 12ª em Gestão de Pessoas e 19ª em Sustentabilidade. Em todo o país foram 418 empresas avaliadas.


Os rankings

O levantamento do Valor 1000 é feito em parceria com a Serasa Experian e o Centro de Estudos em Finanças da Escola de Administração de Empresas de São Paulo, da Fundação Getúlio Vargas (FGV-EAE). Desta vez, foram analisados 1.102 balanços ante a 1.139 em 2019.

Já o Anuário Época Negócios 360º é realizado com a apoio da Fundação Dom Cabral, que mantém núcleos de pesquisa para antecipar tendências e rumos em diversas áreas da gestão, como Estratégia e Negócios Internacionais; Sustentabilidade; Desenvolvimento de Pessoas e Liderança; Logística, Supply Chain e Infraestrutura; e Inovação e Empreendedorismo.

As informações são da assessoria de imprensa

PUBLICIDADE

Recomendados