Em PG, radialista foi preso ao prestar depoimento na Delegacia

ao vivo

03 de fevereiro de 2020 15:23

Cristiano Barbosa


Relacionadas

Matriz do salão Novo Stilo comemora seu 2º aniversário

Pietro Arnaud quer usar experiência na política

Assista ao É Notícia desta terça-feira

Bakri anuncia colégios militares para PG
Com chapa pura, Lineu Kieras é candidato a vice pelo PSOL
CEEP PG oferta cursos integrados e subsequentes
Assista ao É Notícia desta segunda-feira
Foto:
PUBLICIDADE


Delegada Claudia Kruger, chefe da Delegacia da Mulher, confirmou a prisão nesta segunda-feira (03) dentro do próprio órgão

O radialista Julio Cesar Kayanuma, 54 anos de idade, acusado de ferir a golpes de faca e a ex-companheira e a sogra, no Conjunto Costa Rica, em Ponta Grossa, foi preso na manhã desta segunda-feira (3) pela delegada Claudia Kruger, chefe da Delegacia da Mulher. O caso aconteceu na última sexta-feira (31) quando o homem invadiu uma casa onde estava a ex-companheira, de 24 anos, a mãe dela, de 59 anos, e o filho, de cinco anos, conforme a investigação. O acusado teria entrado pelo telhado da residência e agredido com golpes de faca a ex-companheira e a sogra.

Em entrevista na tarde desta segunda-feira (03) para o Jornal da Manhã e portal aRede, a delegada Claudia Kruger confirmou a prisão do acusado nesta manhã dentro do próprio órgão e relata de como foi o todo investigação sobre o caso. “Nós tivemos o comparecimento das duas vítimas na manhã de sexta-feira [31], tomamos todos os depoimentos e constatamos que se tratou de uma história muito grave. Iniciada as investigações conseguimos obter algumas provas, diante deste quadro, nós representamos pela prisão preventiva do agressor. ” assinala.

A Delegada relata que o mandado de prisão foi solicitado na sexta-feira (31) à noite, e de imediato a Justiça atendeu ao pedido, resultando na prisão do acusado na manhã desta segunda-feira (3). “Já no sábado [1º], no horário do almoço, a Justiça havia se manifestado expedindo o mandado de prisão preventiva, e desde então estávamos diligenciando para localizá-lo e efetivamente dá o cumprimento ao mandado”, disse. “Após conseguir contato com o homem, o rapaz foi chamado até a Delegacia da Mulher para prestar esclarecimentos das acusações, e neste momento nos demos o cumprimento no mandado de prisão,” complementa.

O agressor, será interrogado e encaminhado à carceragem da 13ª SDP, ficando à disposição da Justiça. O indiciamento será por tentativa de feminicídio. Ele também responderá por danos contra o patrimônio.

Mãe e filha ficaram gravemente feridas

O crime aconteceu por volta das 2h na rua Geovane Stark e foi inicialmente atendido pela Polícia Militar - as vítimas tiveram que receber atendimento médico e depois foram levadas a hospitais da cidade. A viatura chegou ao local depois que os vizinhos ouviram gritos e pedidos de socorro e acionaram a Polícia. Lá os policiais encontraram mãe e filha feridas por facadas na região das mãos e dos braços. Familiares afirmam que o responsável pelas agressões é o ex-marido da vítima.

PUBLICIDADE

Recomendados