PLATAFORMAS


EDITORIAS


SEÇÕES


PROJETOS


INSTITUCIONAL

Vulcão capaz de gerar tsunami no BR entra em erupção

Cotidiano

19 de setembro de 2021 14:47

Da Redação


Relacionadas

CCR RodoNorte realiza quase 60 mil atendimentos

Paraná busca ampliar auxílio emergencial a 25 mil empresas

CPI conclui depoimentos e relatório será lido na quarta

Para novembro, Petrobras teme desabastecimento no Brasil
Cachorro faz pose e seduz passageira de carro vizinho
Ratinho Junior entrega caminhões-pipa para 46 cidades do Paraná
Estado divulga lista do programa Bolsa Qualificação Cultural
PUBLICIDADE

Vulcão ganhou destaque por conta da possibilidade de causar tsunami no Brasil, caso chegasse em seu nível mais alto de atividade vulcânica 


O vulcão localizado na ilha La Palma, na costa do continente africano entrou em erupção na manhã deste domingo (19), às 15h15 no horário local (11h15 no horário de Brasília), gerando uma nuvem de fumaça e cinzas a partir do parque nacional Cumbre Vieja, no sul da ilha.

De acordo com o Instituto Geográfico Nacional Espanhol (ING), os cientistas registraram uma série de terremotos de magnitude 3,8 no parque nacional, antes da erupção.

As autoridades já haviam começado a evacuar a região, retirando moradores enfermos e animais de aldeias vizinhas.

Logo após a erupção, o governo local pediu aos moradores que "tenham extrema cautela" e fiquem longe da área e das estradas.

De acordo com o prefeito Sergio Rodríguez, 300 pessoas foram retiradas de suas casas e enviadas para o campo de futebol de El Paso. Estradas foram fechadas devido à explosão e as autoridades pediram aos curiosos a não se aproximarem da área.

O vulcão ganhou destaque no Brasil devido um alerta de que sua erupção, caso chegasse ao nível mais alto de atividade vulcânica, poderia causar um tsunami e atingir o litoral brasileiro, em especial as regiões Norte e Nordeste do país, porém, segundo o pesquisador do Instituto de Ciências do Mar da UFC (Universidade Federal do Ceará), Carlos Teixeira, a erupção é de pequeno porte.

Voos operam normalmente

Stavros Meletlidis, doutor em vulcanologia do Instituto Geográfico Espanhol, disse que a erupção abriu cinco fissuras na encosta e que não tinha certeza de quanto tempo ela pode durar. "Temos que medir a lava todos os dias e isso nos ajudará a descobrir", comentou.

O presidente das Ilhas Canárias, Angel Victor Torres, disse que não havia relato de feridos. Os voos de ida e volta para as Canárias continuam ocorrendo normalmente, disse a operadora do aeroporto.

22 mil tremores

Foram registrados mais de 22 mil tremores na última semana na área de Cumbre Vieja, uma cadeia de vulcões que teve uma grande erupção em 1971 e é uma das regiões vulcânicas mais ativas das Canárias.

A primeira erupção vulcânica registrada nas Ilhas Canárias de La Palma ocorreu em 1430, de acordo com o Instituto Geográfico Nacional Espanhol (ING).

Em 1971, um homem foi morto enquanto tirava fotos perto dos fluxos de lava, mas nenhuma propriedade foi danificada.

 

PUBLICIDADE

Recomendados