PLATAFORMAS


EDITORIAS


SEÇÕES


PROJETOS


INSTITUCIONAL

CPI da Covid aprova relatório final com 7 votos contra 4

Cotidiano

26 de outubro de 2021 20:42

Da Redação


Relacionadas

Senado aprova PEC dos Precatórios, que volta à Câmara

Óbitos por Covid-19 reduziram 94% desde março no Paraná

Jovens retiram corpo de caixão para dar passeio de moto

Jovem é encontrado morto após desaparecer em show sertanejo
Caminhão tomba e interdita a Rodovia do Café
Casal compra Airbus e o transporta pelas ruas do Paraná
Jovem tenta separar briga entre irmãos e morre baleado
Relatório final foi votado na noite desta terça-feira (26). Foto: Pedro França/Agência Senado.
PUBLICIDADE

Presidente do Brasil, ministros e ex-lideranças do governo, senadores, deputados e empresários foram indiciados na CPI

A Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Pandemia, organizada pelo Senado Federal, chegou ao fim de suas atividades de investigação. O relatório final foi lido nesta terça-feira (26) pelo parlamentar e relator do ‘Grupo’, Renan Calheiros (MDB), e foi aprovado por sete votos a favor e quatro contrários. No documento, foi sugerido o indiciamento de 80 pessoas por possíveis crimes cometidos durante a pandemia da covid-19. Dentre as lideranças citadas, está o nome do atual presidente da República, Jair Messias Bolsonaro (sem partido).

Foram atribuídos ao líder do Poder Executivo os seguintes possíveis crimes: epidemia com resultado de morte; infração de medida sanitária preventiva; charlatanismo; incitação ao crime; falsificação de documento particular; emprego irregular de verbas públicas; prevaricação; crimes contra a humanidade; violação de direito social; e incompatibilidade com dignidade, honra e decoro no cargo.

A relação ainda traz os nomes de seis ministros e ex-lideranças do Governo Federal: Eduardo Pazuello; Marcelo Queiroga; Onyx Lorenzoni; Ernesto Araújo; Wagner Rosário e Walter Braga Netto.

A lista ainda inclui três dos quatro filhos do presidente do Brasil: o senador Flávio Bolsonaro (Patriota); o deputado Eduardo Bolsonaro (PSL); e o vereador Carlos Bolsonaro (Republicanos). O relator também sugere o indiciamento dos seguintes deputados federais: Bia Kicis (PSL); Carla Zambelli (PSL); Carlos Jordy (PSL); Osmar Terra (MDB); e Ricardo Barros (PP).

Por fim, a ‘CPI da Covid’, pediu o indiciamento de membros ligados ao suposto ‘gabinete paralelo’, como a oncologista Nise Yamaguchi; além de pessoas suspeitas de disseminarem fake news sobre a pandemia do coronavírus: os empresários Luciano Hang, dono da Havan, e Carlos Wizard. A ‘Comissão’ investigou a condução do Governo Federal no combate à covid-19.

Com informações: Agência Senado.

PUBLICIDADE

Recomendados