Restaurante contesta versão de família sobre agressão

Ponta Grossa

30 de junho de 2020 14:32

Da Redação


Relacionadas

Comércio de PG tem menor queda de vendas do PR

Zampieri questiona sobre contrato de terceirização da UPA

Começa hoje o Congresso Internacional de Direito Processual

Vinicius encaminha homenagem à gestão de parque
PG registra novo óbito por Covid e total chega em 15
Cescage terá debates importantes no Ciclo da Ciência
Sandro notifica Ecovia sobre tragédia na BR-277
PUBLICIDADE

Na noite da última sexta-feira, um jantar em família terminou em confusão após a menção de um cliente, em um restaurante, de que ele já tinha sido diagnosticado com Covid

Em resposta ao ocorrido na noite da última sexta-feira (26), quando uma família fez denúncia de agressões no restaurante Villa Família Mikulis, o estabelecimento comercial também publicou um vídeo em suas redes sociais, dando sua versão dos fatos. De acordo com o relato feito por um funcionário do Villa Família Mikulis, que se identificou pelo nome de Pedro, o jovem (irmão de Maria Luiza) teria pedido que ‘os garçons tivessem cuidado com seus talheres e prato, porque ele tinha sido diagnosticado, recentemente, com o coronavírus’.

Ainda de acordo com Pedro, após a informação ser repassada para os demais funcionários do estabelecimento, um clima de pânico e desconforto teria tomado toda a equipe. Ele explica que atendendo a um pedido do ‘patrão’, pediu ‘gentilmente’ para o jovem se retirar após terminar de jantar. A solicitação teria sido feita por três vezes, e o jovem resistiu em sair do estabelecimento. O vídeo termina sem explicar o que teria acontecido após a recusa.

Clique no play acima e veja o vídeo com a versão do restaurante Villa Família Mikulis sobre o ocorrido.

PUBLICIDADE

Recomendados