Hospitais Bom Jesus e Municipal serão ‘retaguardas’ em UTIs

Ponta Grossa

14 de julho de 2020 20:10

Dhiego Tchmolo


Relacionadas

Zampieri questiona sobre contrato de terceirização da UPA

Começa hoje o Congresso Internacional de Direito Processual

Vinicius encaminha homenagem à gestão de parque

PG registra novo óbito por Covid e total chega em 15
Cescage terá debates importantes no Ciclo da Ciência
Sandro notifica Ecovia sobre tragédia na BR-277
PRF prende motorista bêbado durante acidente na BR-376
Lotação de UTIs em PG chegou a 98% Foto: Reprodução/AEN
PUBLICIDADE

Instituições de saúde, através do Estado do Paraná e Prefeitura de Ponta Grossa, receberão pacientes com Covid-19 após lotação máxima de leitos no HU-UEPG

A Prefeitura Municipal de Ponta Grossa (PMPG), sinalizou que irá utilizar o Hospital Municipal Amadeu Puppi como referência de retaguarda para o coronavírus após a lotação máxima de leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI), no Hospital Universitário Regional (HU-UEPG), dentro da ala da Covid-19.

A medida será adotada até o Município conseguir implementar mais 10 novos leitos de UTI em no HU-UEPG. O atendimento será emergencial, sem uma estrutura necessária ou ala específica para o coronavírus.

Outra informação dá conta que através do contrato firmado com o Hospital Bom Jesus e na contratualização com a Secretaria do Estado da Saúde do Paraná (Sesa), Ponta Grossa ativará o Hospital Bom Jesus nessa retaguarda com o colapso das UTIs do HU-UEPG.

PUBLICIDADE

Recomendados