PLATAFORMAS


EDITORIAS


SEÇÕES


PROJETOS


INSTITUCIONAL

Polícia encontra ossada humana na região de Itaiacoca

Ponta Grossa

11 de março de 2022 18:37

Andre Bida


Siga o a rede no Google News

Relacionadas

Cidades visitam PG para conhecer programas municipais

Programa Impacto fomentará ambiente de negócios local

Empresa de TI abre 20 vagas de estágio em PG

Rotariano de PG ganha prêmio de doador extraordinário
Operação Ferro-Velho combate furto de metais em PG
Aliel anuncia mais de R$ 8 milhões em recursos para PG
Polícia Civil prende três pessoas associadas ao tráfico em PG
Cauane Zavolski Martins está desaparecida desde 28 de janeiro de 2022 Foto: Andre Bida
PUBLICIDADE

A linha principal da investigação é que o corpo seja da jovem Cauane Zavolski Martins, que está desaparecida desde 28 de janeiro de 2022

A Polícia Civil de Ponta Grossa localizou, na tarde desta sexta-feira (11), uma ossada humana, no Distrito de Itaiacoca, em Ponta Grossa. A linha principal da investigação é que o corpo seja da jovem Cauane Zavolski Martins, que está desaparecida desde 28 de janeiro de 2022.

“O corpo encontrado, embora dependa de perícia para confirmação da identificação, seria, segundo informações, de Cauane”, disse o delegado Fernando Jasinski, da 13ª Subdivisão Policial de Ponta Grossa.

A última vez que Cauane Zavolski Martins foi vista, a jovem estava na Vila 31 de Março, em frente ao mercado Ponto Verde (Rua Afonso Celso). por volta das 23h15min de sexta-feira, 28 de janeiro. Os últimos contatos realizados com o irmão e a mãe, foram pelo WhatsApp e aconteceram na madrugada de 29 de janeiro.

Segundo Jasinski, a jovem “teria embarcado em um veículo e poucas horas depois teria feito a última ligação para a família e, então, nunca mais foi vista. Constatou-se, que, em verdade, Cauane teria ido até um apartamento de um dos envolvidos, localizado na região de Uvaranas. No curso das investigações, recebeu-se informação de que Cauane teria supostamente se suicidado com a arma de um dos envolvidos e estes, então, teriam ocultado o corpo”, disse o delegado.

“Também, no curso das investigações, foram recebidas denúncias relacionados a outros crimes praticados pelos mesmos suspeitos, ocasião em que a Polícia Civil, por intermédio do Delegado que preside as investigações, representou pela busca e apreensão em uma residência localizada em um condomínio na região do bairro Boa Vista”, complementou.

“Após célere deferimento pelo Poder Judiciário, localizou-se os dois suspeitos na residência, verificando-se durante a busca a presença de um guarda-roupa desmontado em que em um das portas foi observado um orifício compatível com disparo de arma de fogo, orifício que teria sido tampado com uma massa corrida. No endereço, ainda, foi localizado  e apreendido o veículo que Cauane teria embarcado pela última vez que fora vista”, relata o delegado da 13ª SDP.

No apartamento em que Cauane poderia estar, a Polícia Civil encontrou grande quantidade de drogas, além de ter sido constatado um furo na parede, compatível com disparo de arma de fogo, o qual havia sido tampado com massa corrida.

“O veículo que Cauane teria embarcado foi periciado, constatando-se, também, a presença de sangue. Ante o exposto, os suspeitos foram autuados em flagrante pela prática de tráfico de drogas, assim como sua prisão foi convertida em prisão preventiva. Os suspeitos continuam presos preventivamente pela prática de tráfico de drogas. A Polícia Civil segue com as investigações muito avançadas para apurar os fatos que podem, configurar, o crime de homicídio e ocultação de cadáver”, finaliza o delegado Fernando Jasinski.

PUBLICIDADE

Recomendados