Polícia Civil pede prisão preventiva de vereador de Ivaí

Campos Gerais

30 de janeiro de 2020 11:45

Da Redação


Relacionadas

Caminhão se envolve em acidente na ‘curva da morte’

Carro bate em caminhão e jovem morre em Palmeira

Bandido tenta roubar restaurante e é detido por vítimas

Ex-PM suspeito de estuprar enteada é preso em Castro
Pedestre atropelado em Tibagi é transferido para o HU
PRF atende tombamento na Serra da Esperança
Castro entrega mais de 2 mil cestas básicas para famílias
Mandado de prisão contra vereador foi expedido pela Justiça e vereador está foragido Foto: Reprodução
PUBLICIDADE

Kiko Lobacz é suspeito de matar a golpes de facão o empresário Everaldo Manfron na manhã do último sábado e deve se apresentar à polícia nesta sexta-feira

Equipes da Polícia Civil de Imbituva estão na manhã desta quinta-feira (30) na cidade de Ivaí e outras localidades dos Campos Gerais atrás do vereador Luisir Lobacz, conhecido como Kiko. Ele é suspeito de matar a golpes de facão o empresário Everaldo Manfron no último sábado (18) e desde então ainda não se apresentou às autoridades para responder pelo crime.

Em entrevista ao portal Nossa Gente, o delegado Luís Gustavo Timossi afirmou que a Justiça acatou o pedido da Polícia Civil de prisão preventiva e o mandado já foi expedido. Nesta quinta, as equipes cumpriram diligências em várias localidades para tentar localizar o suspeito, mas até a publicação desta matéria, não havia informações sobre sua prisão. “Pedimos apoio da população, quem tiver informações do paradeiro do Luisir Lobacz, conhecido como Kiko, entre em contato imediatamente”, disse durante a entrevista.

A respeito da notícia divulgada em primeira mão pelo portal aRede, de que o vereador se apresentaria à Polícia Civil ao longo desta semana, Timossi relatou que “houve tentativa de contato” e que “não obtivemos êxito em acertar como se daria a apresentação, e percebemos que estava havendo relutância e postergação da apresentação”. Por esse motivo, a autoridade policiais solicitou a prisão preventiva e o pedido foi acatado pela Justiça.

O advogado Fernando Madureira, que defende Kiko Lobacz, reafirmou ao portal aRede que a apresentação do vereador está agendada para as 14h desta sexta-feira (31) na delegacia de Imbituva. Ele também confirmou que o pedido de prisão preventiva não muda a linha de defesa e que entrará com pedido de habeas corpus para que o vereador responda ao processo em liberdade.

O crime

Conforme relato da Polícia Militar, o caso foi registrado por volta das 8h no escritório da vítima, num mercado na rua Rio Branco, na área central da cidade. O autor teria invadido o estabelecimento, foi direto ao local onde a vítima estava e desferiu vários golpes contra o empresário. Manfron chegou a ser socorrido e levado ao Hospital Universitário Regional dos Campos Gerais, mas não resistiu aos ferimentos e morreu horas depois. O crime foi registrado por câmeras de segurança do estabelecimento.

Saiba mais

Vereador é suspeito de esfaquear empresário em Ivaí

Vídeo mostra ataque de vereador contra empresário

Morre empresário esfaqueado por vereador em Ivaí

Vereador marca data para se apresentar à Polícia

Vereador suspeito de morte em Ivaí pede licença do cargo

PUBLICIDADE

Recomendados