PLATAFORMAS


EDITORIAS


SEÇÕES


PROJETOS


INSTITUCIONAL

76% defendem impeachment se Bolsonaro violar Justiça

Cotidiano

18 de setembro de 2021 15:01

Rodolpho Bowens


Relacionadas

IPVA poderá ser pago com cartão de crédito

PR registra mais 1.670 casos e 53 óbitos por Covid-19

Pacheco é anunciado como pré-candidato à presidência

Chuvas causaram danos em 3 mil casas no Paraná
PR já tem data para nova licitação do anel de integração
Facebook e Instagram derrubam live de Bolsonaro
Gasolina e diesel têm novo reajuste a partir de terça
Apoio ao presidente Jair Bolsonaro tem diminuído em novas pesquisas do Datafolha. Foto: Marcos Corrêa/PR.
PUBLICIDADE

O levantamento foi feito em 190 cidades brasileiras e ouviu 3.667 pessoas; a margem de erro é de dois pontos percentuais, para mais ou para menos

Nova rodada de pesquisas realizada pelo Datafolha, entre segunda (13) e quarta-feira (15), releva que para 76% dos ouvidos o presidente Jair Messias Bolsonaro (sem partido) deve ser submetido a um processo de impeachment caso descumpra ordens da Justiça.

O levantamento foi feito em 190 cidades brasileiras e ouviu 3.667 pessoas. A margem de erro é de dois pontos percentuais, para mais ou para menos. Outros 21% dos ouvidos avaliam que Bolsonaro não deve ser punido e 3% não souberam opinar. Os resultados trazem os reflexos dos atos convocados no 7 de setembro.

A defesa do impeachment soma 93% entre homossexuais ou bissexuais, 91% entre estudantes, 69% entre evangélicos e 57% entre empresários. A discordância da abertura do processo em caso de descumprimento de ordens judiciais é de 59% entre os defensores do governo Bolsonaro, 24% entre brancos, 14% entre quem ganha até dois salários mínimos, e 11% entre jovens de 16 a 24 anos.

O Datafolha mostrou ainda que, após o 7 de setembro, o índice de reprovação do governo Bolsonaro bateu recorde, com 53% avaliando a gestão como ruim ou péssima. A pesquisa também consultou as intenções de voto ao Planalto em 2022 e mostrou que o atual presidente perde em todos os cenários testados.

Com informações: Congresso em Foco.


Assuntos semelhantes:

Sleutjes prepara agenda de Bolsonaro para visita em PG.

Bolsonaro pode receber título de Cidadão Honorário de Piraí.

Capitais têm manifestações contra o Governo Federal.

PUBLICIDADE

Recomendados